Pular para o conteúdo principal

DICAS: Como ler e interpretar um texto? - Orientações de Estudo

Existem muitas opções para aqueles que desejam realmente lidar com a informação, mas a sua maioria é técnica. Poucas são às opções didáticas, em simples resumos para que qualquer pessoa adquira pelo menos a mínima possibilidade para a interpretação do mundo que o rodeia.

Esta realidade aplicada à nossa sociedade gera em muitos casos, pouca reflexão o que ocasiona uma certa manipulação da pessoa que teve a intenção de escrever sobre aquela que está lendo. O estudo de história nos remete à uma solução para resolução dese problema e a Coleção Estudos de História, da FTD trouxe-nos um guia muito importante que orienta, sobretudo, os alunos na hora da interpretação. 

Confira agora as Orientações de Estudo para que você saiba Como ler e interpretar um texto?
Compre o livro clicando AQUI.

A leitura está presente em nossa vida de diferentes modos, porque lemos com diversos propósitos: lazer, informação, pesquisa, estudo etc. A nossa maneira de ler, contudo, dependerá do nosso objetivo. 

Aqui vão algumas dicas para você aproveitar bem a sua leitura com a finalidade de estudo.

  • A primeira leitura - O objetivo é reconhecer o tipo e o tema do texto e o autor. Serve também para levantar as dificuldades relativas à compreensão do vocabulário, dos fatos e dos conceitos apresentados. Ao fazê-la, recorra a um dicionário e pesquise o que for necessário para esclarecer todas as dúvidas. Em seguida, tente responder às seguintes perguntas: Que tipo de texto é este? Quem é o autor? Qual é o assunto do texto? O título tem relação direta com o tema?
  • A segunda leitura - É indicada na identificação de ideias e informações contidas no texto. Uma leitura atenta permitirá que você encontre tanto a ideia central do texto quanto a ideia principal e as secundárias de cada paragrafo. É hora também de perceber a forma e a sequência com que as informações são apresentadas. Perguntas que você deve fazer: Qual é o objetivo do autor? Ele levanta algum problema a ser investigado? O que é descrito ou narrado? O que é anterior, simultâneo ou posterior a um fato apresentado? Que relações de causalidade se podem perceber? Como o texto pode ser dividido? Há etapas ou tipos de algum fenômeno social? Quais os conceitos apresentados? Quais as palavras-chave do texto? Qual a conclusão? O autor defende alguma linha de pensamento? Feito isso, você pode reconstruir a linha de raciocínio do autor.
  • A terceira leitura - Deve levá-lo a tomar uma posição crítica em relação ao texto. Ele tem argumentos sólidos? É superficial ou profundo? Há uma lógica na apresentação das ideias e das informações? O que você considerou digno de mérito? Faltou alguma informação? O texto lhe suscitou alguma dúvida? O que você aprendeu? Você gosta do texto? Por quê?
  • As anotações - Podem ser feitas durante as leituras e servem para você se lembrar do conteúdo do texto e para ajudá-lo a organizar o seu trabalho de interpretação. Nem sempre você poderá marcar o texto; por isso, tenha sempre à mão papel para um rascunho. Depois você poderá passar suas anotações a limpo, no caderno ou no seu arquivo de computador.
Seguindo essas etapas de leitura para estudo, você terá condições de conhecer detalhadamente o conteúdo lido e poderá empregá-lo com segurança e crítica na elaboração de seus próprios textos. Mas nada impede você de retomar o texto, fazendo novas leituras. Afinal, quando relemos um texto depois de algum tempo, sempre descobrimos algo novo nele.

DO BLOG: Vale ressaltar que você não é obrigado a responder todas essas perguntas esboçadas nestas orientações, até porque o texto que você está lendo pode ser o primeiro de uma série de mesmo tema. Sendo assim, por exemplo, você pode não ser capaz de responder a questão: Faltou alguma informação? Pois você poderá não conhecer outras opiniões sobre o referido tema.

É necessário cuidados na execução da leitura, principalmente de textos históricos, pois ao identificar o autor, lembre-se sempre que ele tem interesses e que esses são comuns a todos. Pergunte-se sempre: Porque ele escreveu este texto? Quais as características da época? Quem ele estava representando? Quais eram os interesses de seu grupo de pertencimento? Etc.. 

Lembre-se: O historiador trabalha com investigação. Aprofunde-se e terás sucesso.

FICHA TÉCNICA DO LIVRO: Estudos de História - Três volumes
Cód FTD: 11637562 
Disciplina: História 
Nível: Ensino Médio 
ISBN: 978853227166-2 
Formato: 20,0 cm largura X 27,0 cm altura 
Peso: 0,64500 Páginas: 288 
Autor(es): Helena Guimaraes Campos, Mônica Liz Miranda e Ricardo de Moura Faria

Comentários

Top 5 da Semana

Exercícios de História Antiga: Roma (Ensino Médio)

Sabendo que grande parte dos professores e estudantes buscam pelas soluções dos seus problemas na Internet, resolvi postar neste espaço alguns exercícios retirados de provas de vestibulares. Vale ressaltar que será muito mais importante, o professor modificar os exercícios de acordo com o que foi ensinado na sala de aula. Afinal de contas, cabe ao professor ter o conhecimento da realidade da turma que leciona.
Veja também:
Exercícios de História Antiga: Grécia (Ensino Médio)Exercícios de História Moderna: Grandes Navegações (Ensino Médio)Exercícios de História da América Portuguesa e Espanhola (Ensino Médio)Questões DE ENEM e Vestibular 01. (UFAM – 2009) Tal como a história dos gregos, também a dos romanos começou pelo desenvolvimento de instituições políticas assentadas na cidade e elaboradas em benefício de uma comunidade de homens livres – os cidadãos – proprietários de terras e que reivindicavam a descendência direta dos fundadores de sua pátria. Em ambos os casos, estes cidadãos …

Exercícios de História Medieval: Do Feudalismo à Crise do Século XIV (Ensino Médio)

Sabendo que grande parte dos professores e estudantes buscam pelas soluções dos seus problemas na Internet, resolvi postar neste espaço alguns exercícios retirados de provas de vestibulares. Vale ressaltar que será muito mais importante, o professor modificar os exercícios de acordo com o que foi ensinado na sala de aula. Afinal de contas, cabe ao professor ter o conhecimento da realidade da turma que leciona.
Veja também: Exercícios de História Antiga: Grécia (Ensino Médio)Exercícios de História Antiga: Roma (Ensino Médio)Exercícios de História Moderna: Grandes Navegações (Ensino Médio)
Questões de ENEM e Vestibular
Questão 01. (Fatec-SP) Uma das características a ser reconhecida no feudalismo europeu é:
a) A economia do feudo era dinâmica, estando voltada para o comércio dos feudos vizinhos. b) A sociedade feudal era semelhante ao sistema de castas. c) As relações de produção eram escravocratas. d) Os ideais de honra e fidelidade vieram das instituições dos hunos. e) Os servos estavam preso…

Exercícios de História Antiga - Grécia Clássica (Ensino Médio)

“Respeitemos mesmo as leis injustas para que os maus, tomando isso como exemplo, respeitem no futuro as leis justas, sem pretexto para desobedecê-las”. Sócrates
Sabendo que grande parte dos professores buscam pelas soluções dos seus problemas na Internet, resolvi colocar alguns exercícios neste Blog. Vale ressaltar que será muito mais importante, o professor modificar os exercícios de acordo com o que foi ensinado na sala de aula. Afinal de contas, cada um sabe qual é sua realidade.

Veja também:
Exercícios de História Antiga: Roma (Ensino Médio)Exercícios de História Moderna: Grandes Navegações (Ensino Médio)Exercícios de História da América Portuguesa e Espanhola (Ensino Médio)Questões DE ENEM e Vestibular 1. (FUVEST-SP) “Usamos a riqueza mais como uma oportunidade para agir que como um motivo de vanglória; entre nós não há vergonha na pobreza, mas a maior vergonha é não fazer o possível para evitá-la... olhamos o homem alheio às atividades públicas não como alguém que cuida apenas de seu…

Exercícios de História Moderna - Grandes Navegações (Ensino Médio)

Sabendo que grande parte dos professores buscam pelas soluções dos seus problemas na Internet, resolvi colocar alguns exercícios neste Blog. Vale ressaltar que será muito mais importante, o professor modificar os exercícios de acordo com o que foi ensinado na sala de aula. Afinal de contas, cada um sabe qual é sua realidade.
Veja também:
Exercícios de História Antiga: Roma (Ensino Médio)Exercícios de História Antiga: Grécia (Ensino Médio)Exercícios de História da América Portuguesa e Espanhola (Ensino Médio)Questões DE ENEM e Vestibular 01. (UFAL) Ao contrário dos portugueses, que buscavam atingir as Índias contornando a costa africana, Colombo:
a) concentrou suas navegações na parte Leste, em busca de uma passagem Noroeste para as Índias. b) concentrou suas navegações na parte Norte da América, em busca de uma passagem ao Noroeste para o continente asiático; c) dirigiu-se para o Oeste em busca da passagem Sudeste para o continente asiático; d) Navegou pelo Oceano Atlântico em direção ao Can…

Exercícios de História da América Portuguesa e Espanhola (Ensino Médio)

Sabendo que grande parte dos professores e estudantes buscam pelas soluções dos seus problemas na Internet, resolvi postar neste espaço alguns exercícios retirados de provas de vestibulares. Vale ressaltar que será muito mais importante, o professor modificar os exercícios de acordo com o que foi ensinado na sala de aula. Afinal de contas, cabe ao professor ter o conhecimento da realidade da turma que leciona.

Veja também: Exercícios de História Antiga: Grécia (Ensino Médio)Exercícios de História Antiga: Roma (Ensino Médio)Exercícios de História Moderna: Grandes Navegações (Ensino Médio)Questões DE ENEM e Vestibular
Questão 01 (ENEM 2006) Segundo a explicação mais difundida sobre o povoamento da América, grupos asiáticos teriam chegado a esse continente pelo Estreito de Bering, há 18 mil anos. A partir dessa região, localizada no extremo noroeste do continente americano, esses grupos e seus descendentes teriam migrado, pouco a pouco, para outras áreas, chegando até a porção sul do…