Pular para o conteúdo principal

Fotos antigas de Maragogipe, no Recôncavo da Bahia

Igreja Matriz de São Bartolomeu de Maragogipe
Nesta sessão do Blog de História, buscaremos postar um pouco da História de Maragogipe em fotografias antigas do nosso município. O que se sabe até o presente momento é que parte destas fotografias foram fruto de um ensaio fotográfico de Major, com datação aproximada da década de 30 ou 40, do século XX. Como a instituição fez amostra dessas fotografias, aproveitamos e solicitamos como forma de difundir ainda mais essas fotografias que já se tornaram patrimônio do município de Maragogipe. A fotografia que utilizamos como capa desta postagem é a imagem da Igreja de São Bartolomeu de Maragogipe, uma das mais belas igrejas do Recôncavo da Bahia, e uma das mais antigas. Aproveitem e usem-na com moderação.

Sacristia da Igreja de São Bartolomeu de Maragogipe (Major)
Altar de São Bartolomeu de Maragogipe, no centro da imagem temos o Cristo Crucificado. (Major)
Praça Conselheiro Antonio Rebouças, no centro ainda tinha um pequeno coreto, inexistente nos dias de hoje e ao fundo o prédio da Filarmônica Terpsícore Popular. (Major)
Praça João Primo Guerreiro, ou Praça do Caijá. No canto da foto percebe-se alguns saveiros. (Major)
Atual Praça Getúlio Vargas. Percebe-se no meio da imagem o padre pousando para a fotografia. (Major)
Rua Coronel Antônio Felipe de Melo, no centro o Colégio de mesmo nome (Major)
Breda pegando passageiros em Maragogipe (Major)

Porto Grande (Major)

Rua Dr. Rodrigues Lima, Enseada, ao lado Igreja de São Pedro (Major)
Imagem da cidade de Maragogipe vista do Cruzeiro (Major)
Empresa de Charutos Suerdieck, na Rua Fernando Suerdieck (Major)
Cais do Caijá (Major)
Navio Maragogipe (Major)
Empresa de Charutos Suerdieck (Revista não identificada)
Empresa de Charutos Suerdieck (Revista não identificada)
Na festa de São Bartolomeu sempre aparecia um fotógrafo. (Fonte não identificada)
Residencial do Coronel Alexandre Alves Peixoto
Terno de Reis (Major)
Terno de Reis (Major)
Terno de Reis (Major)
Altar de São Bartolomeu (Major)
Altar de São Bartolomeu (Major)
Santa Casa de Misericórdia, no bairro das Palmeiras (Major)
Presépio da Igreja de São Bartolomeu (Major)
Casa de Câmara e Cadeia em Maragogipe (Foto de jornal não identificado)
Suerdieck (revista não identificada)
Rua Fernando Suerdieck (Major)
Após algumas pesquisas, Fernanda Reis, em sua dissertação intitulada "A Festa do Excelso Padroeiro da Cidade das Palmeiras: O culto a São Bartolomeu de Maragogipe (1851 -1943)" nos contemplou com outras imagens, abaixo relacionadas.

Trecho da rua D. Macedo Costa. Nivelamento e calçamento a paralelos rejuntados a cimento inaugurados em 1940.
Fonte: Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB) - Setor de Arquivos Privados.
Fachada da Casa de Câmara e Cadeia de Maragogipe, estilo colonial, construída em 1727.
Fonte: FALCÃO, Edgard de Cerqueira. Relíquias da Bahia (Brasil. São Paulo: MCMXL, 1940, p.323
Rua Benjamim Constant. Nivelamento e calçamento a paralelos rejuntados a cimento inaugurados em 1939.
Fonte: Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB) - Setor de Arquivos Privados.
Vista do cemitério público do hospital da Santa Casa de Misericórdia
Fonte: Álbum da Bahia, (S.I.): Edição Folgueira, 1930, p.419.
Rua Bernardino Borges. Calçamento inaugurados no exercício de 1938-1939
Fonte: Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB) - Setor de Arquivos Privados.
Fachada do Hospital e da Igreja de Santa Casa de Misericórdia
Fonte: Álbum da Bahia, [S.I}: Edição Folgueira, 1930, p. 419
Fachada da Igreja da Matriz de São Bartolomeu
Fonte: Álbum da Bahia, [S.I,]: Edição Folgueira, 1930, p. 419.
Vista da cidade de Maragogipe, foto tirada do Hospital da Santa Casa.
Fonte: FALCÃO, Edgard de Cerqueira. Relíquias da Bahia (Brasil). São Paulo: MCMXL, 1940, p.325.
Interior da Igreja Matriz de São Bartolomeu
Fonte: Álbum da Bahia, [S.I.]: Edição Folgueira, 1930, p. 419
Praça J.J. Seabra. Calçamento a paralelos rejuntados a cimento, jardinamento e pavimentação, inaugurados em 1939.
Fonte: Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB) - Setor de Arquivos Privados.
Interior do salão nobre, onde se realizam as reuniões da Irmandade do Hospital da Santa Casa de Misericórdia
Fonte: Álbum da Bahia, [S.I],: Edição Folgueira, 1930, p.420.
Rua Dr. Rodrigues Lima. Calçamento a paralelos rejuntados de cimento 1940.
Fonte: Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB) - Setor de Arquivos Privados.
Nivelamento e calçamento a paralelos rejuntados da rua Quintino Bocayuva, Inaugurados em 1939.
Fonte: Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB) - Setor de Arquivos Privados.
Coreto da Praça Conselheiro Antonio Rebouças, construído a cimento armado, no exercício de 1938 a 1939.
Fonte: Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB) - Setor de Arquivos Privados.
Praça Ruy Barbosa. Calçamento a paralelos rejuntados a cimento, jardinamento e pavimentação, inaugurados em 1940.
Fonte: Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB) - Setor de Arquivos Privados.

Mais fotografias poderão ser expostas ao longo do tempo e em outras postagens.

Comentários

Top 5 da Semana

Exercícios de História Antiga: Roma (Ensino Médio)

Sabendo que grande parte dos professores e estudantes buscam pelas soluções dos seus problemas na Internet, resolvi postar neste espaço alguns exercícios retirados de provas de vestibulares. Vale ressaltar que será muito mais importante, o professor modificar os exercícios de acordo com o que foi ensinado na sala de aula. Afinal de contas, cabe ao professor ter o conhecimento da realidade da turma que leciona.
Veja também:
Exercícios de História Antiga: Grécia (Ensino Médio)Exercícios de História Moderna: Grandes Navegações (Ensino Médio)Exercícios de História da América Portuguesa e Espanhola (Ensino Médio)Questões DE ENEM e Vestibular 01. (UFAM – 2009) Tal como a história dos gregos, também a dos romanos começou pelo desenvolvimento de instituições políticas assentadas na cidade e elaboradas em benefício de uma comunidade de homens livres – os cidadãos – proprietários de terras e que reivindicavam a descendência direta dos fundadores de sua pátria. Em ambos os casos, estes cidadãos …

Exercícios de História Medieval: Do Feudalismo à Crise do Século XIV (Ensino Médio)

Sabendo que grande parte dos professores e estudantes buscam pelas soluções dos seus problemas na Internet, resolvi postar neste espaço alguns exercícios retirados de provas de vestibulares. Vale ressaltar que será muito mais importante, o professor modificar os exercícios de acordo com o que foi ensinado na sala de aula. Afinal de contas, cabe ao professor ter o conhecimento da realidade da turma que leciona.
Veja também: Exercícios de História Antiga: Grécia (Ensino Médio)Exercícios de História Antiga: Roma (Ensino Médio)Exercícios de História Moderna: Grandes Navegações (Ensino Médio)
Questões de ENEM e Vestibular
Questão 01. (Fatec-SP) Uma das características a ser reconhecida no feudalismo europeu é:
a) A economia do feudo era dinâmica, estando voltada para o comércio dos feudos vizinhos. b) A sociedade feudal era semelhante ao sistema de castas. c) As relações de produção eram escravocratas. d) Os ideais de honra e fidelidade vieram das instituições dos hunos. e) Os servos estavam preso…

Exercícios de História Antiga - Grécia Clássica (Ensino Médio)

“Respeitemos mesmo as leis injustas para que os maus, tomando isso como exemplo, respeitem no futuro as leis justas, sem pretexto para desobedecê-las”. Sócrates
Sabendo que grande parte dos professores buscam pelas soluções dos seus problemas na Internet, resolvi colocar alguns exercícios neste Blog. Vale ressaltar que será muito mais importante, o professor modificar os exercícios de acordo com o que foi ensinado na sala de aula. Afinal de contas, cada um sabe qual é sua realidade.

Veja também:
Exercícios de História Antiga: Roma (Ensino Médio)Exercícios de História Moderna: Grandes Navegações (Ensino Médio)Exercícios de História da América Portuguesa e Espanhola (Ensino Médio)Questões DE ENEM e Vestibular 1. (FUVEST-SP) “Usamos a riqueza mais como uma oportunidade para agir que como um motivo de vanglória; entre nós não há vergonha na pobreza, mas a maior vergonha é não fazer o possível para evitá-la... olhamos o homem alheio às atividades públicas não como alguém que cuida apenas de seu…

Exercícios de História Moderna - Grandes Navegações (Ensino Médio)

Sabendo que grande parte dos professores buscam pelas soluções dos seus problemas na Internet, resolvi colocar alguns exercícios neste Blog. Vale ressaltar que será muito mais importante, o professor modificar os exercícios de acordo com o que foi ensinado na sala de aula. Afinal de contas, cada um sabe qual é sua realidade.
Veja também:
Exercícios de História Antiga: Roma (Ensino Médio)Exercícios de História Antiga: Grécia (Ensino Médio)Exercícios de História da América Portuguesa e Espanhola (Ensino Médio)Questões DE ENEM e Vestibular 01. (UFAL) Ao contrário dos portugueses, que buscavam atingir as Índias contornando a costa africana, Colombo:
a) concentrou suas navegações na parte Leste, em busca de uma passagem Noroeste para as Índias. b) concentrou suas navegações na parte Norte da América, em busca de uma passagem ao Noroeste para o continente asiático; c) dirigiu-se para o Oeste em busca da passagem Sudeste para o continente asiático; d) Navegou pelo Oceano Atlântico em direção ao Can…

Plano de Curso de História - 1º Ano do Ensino Médio - 2012

PLANO DE CURSO
O atual plano de Curso serve de exemplo para os professores que desejam um modelo. Este plano, está dividido em 3 unidades, mas pode ser adaptado para 4 unidades. Os motivos desta divisão em três unidades está expresso na Regimento Escolar da Instituição de Ensino a qual pertenço.


Série: primeiro ano do ensino médio Disciplina: História Carga Horária: 80 horas Professor: Zevaldo Luiz Rodrigues de Sousa Ano de competência: 2012
I.Apresentação: Quando entendemos que a História é feita de versões e que um mesmo acontecimento pode ser contado de mil formas diferentes, entendemos que é preciso beber de várias fontes para fazer a diferença em qualquer área. O bom historiador deve agir como um detetive, juntando as mais diversas fontes para compor um fato histórico. Será preciso, portanto, fazer um esforço para que os alunos entendam que eles precisam ter consciência de que a História, matéria básica para o conhecimento humano, não é estática nem feita de verdades absolutas é essencia…