Pular para o conteúdo principal

Maragogipe e a Greve Geral: Das argumentações pró e contra as reformas à utilização política do ato

Por Zevaldo Sousa

Desde o dia 28 de abril que trabalhadores, convocados pelas Centrais Sindicais de todo o país, manifestam a sua insatisfação acerca da aprovação da Reforma Trabalhista e da discussão da Reforma Previdenciária. Todavia, assim como há trabalhadores favoráveis, há contrários a Greve Geral que demonstraram sua insatisfação com relação não somente a Greve como as atitudes tomadas por alguns manifestantes em todo o país.

A questão chega ao município de Maragogipe com toda força e tanto no dia 28 de abril quanto neste dia 01 de maio - Dia do Trabalhador -, há um debate acerca da questão que varia desde o debate sobre o tema (Reformas) quanto a utilização política do debate em todos os níveis.

UTILIZAÇÃO POLÍTICA DO ATO
Em primeiro lugar é preciso salientar que o debate é de todos; e sim, sempre haverá momentos em que agentes políticos, sejam eles de situação ou oposição, utilizaram de temas polêmicos para expor a sua opinião. Afinal, este é um momento para que eles possam demonstrar ao seu eleitorado qual é o seu posicionamento acerca dos temas em debate.

Foto: Juraci Rebou 

O que li nas redes sociais nestes últimos dias, principalmente, em grupos maragogipanos do WhatsApp [hoje, dia 01 de maio, especificamente no grupo do site Recôncavo Agora], foi que a manifestação ocorrida em Maragogipe na Greve Geral do dia 28 de abril havia sido política e promocional.

Alguns representantes da atual gestão afirmaram que o ex-prefeito Silvio Ataliba e Digal aproveitaram o momento para expressar a sua opinião, assim como questionaram a ligação de lideranças do movimento sindical com partidos políticos.

Sim, neste movimento do dia 28 de abril, todos expressaram a sua opinião e muitos estão ligados a partidos políticos e, até o presente momento, não há nada de mal nisso. Se a atual prefeita Vera Lúcia desejasse, ela também poderia se manifestar.

Foto: Juraci Rebouças

Desperdiçar tempo neste debate vazio não mudará. O problema não está na manifestação individual nem na atuação política do ato, mas em como resolveremos a atual situação ou melhor, em como os Sindicatos e Agentes Políticos ligados a causa dos trabalhadores poderiam tentar minimizar os impactos negativos da aprovação destas reformas.

Em todo país, políticos de todas as frentes partidárias aproveitam este momento seja se manifestando junto com o trabalhador, seja em reuniões com o empresariado ou simplesmente, se omitindo do debate visando não ter sua imagem vinculada a nenhum dos dois lados. Não estamos aqui defendendo ninguém, mas acreditamos que todo cidadão é político em sua ações e é livre para manifestar sua opinião (que é política) desde que respeite a opinião alheia.

ARGUMENTAÇÕES PRÓ e CONTRA AS REFORMAS
Afinal de contas, com a aprovação da Reforma Trabalhista, ocorreu uma Modernização ou um Retrocesso do regramento contido na CLT? Esta questão foi foco de intensos debates não somente na Câmara dos Deputados Federais como em todo o país e a população maragogipana não passou despercebida. Nas praças e escolas, em prédios públicos e residências, o tema também realçou o debate nas redes sociais, principalmente, nos grupos do WhatsApp 'Política e Economia' e no 'Maragolândia' (Para entrar nestes grupos de debates basta entrar em contato conosco.)

O blogueiro Enádio Careca chegou a lançar a ideia de um debate público na Associação Atlética Maragogipana, mas o debate ainda não aconteceu.

OPINIÃO DO BLOG
Não posso negar que neste início de ano ando meio pensativo - Até demais. Percebi também, o crescimento generalizado da intolerância política em todo o país, principalmente, nas redes sociais. E neste sentido, resolvi estudar um pouco mais sobre este novo fenômeno que surge no Brasil para saber lidar com ele sem deixar de lado a nossa opinião. Por este motivo, resolvi reformular o Blog. Um novo formato e um novo projeto visando aproximar da população as informações e a nossa opinião.

Neste sentido e com relação a Reforma Trabalhista, expressaremos nossa posição em uma postagem especial. A nossa visão será compartilhada com todos visando retratar pontos positivos e negativos da Reforma Trabalhista. Afinal de contas, apesar de todos os males, a Reforma foi aprovada e precisamos conviver com ela até que novos debates sejam travados e novos capítulos desta novela sejam escritos.


Fonte: Blog do Zevaldo Sousa - BR4S1L
Foto: Juraci Rebouças
A reprodução é autorizada desde que contenha a assinatura "Blog do Zevaldo Sousa - BR4S1L"

Comentários

Top 5 da Semana

Exercícios de História Antiga: Roma (Ensino Médio)

Sabendo que grande parte dos professores e estudantes buscam pelas soluções dos seus problemas na Internet, resolvi postar neste espaço alguns exercícios retirados de provas de vestibulares. Vale ressaltar que será muito mais importante, o professor modificar os exercícios de acordo com o que foi ensinado na sala de aula. Afinal de contas, cabe ao professor ter o conhecimento da realidade da turma que leciona.
Veja também:
Exercícios de História Antiga: Grécia (Ensino Médio)Exercícios de História Moderna: Grandes Navegações (Ensino Médio)Exercícios de História da América Portuguesa e Espanhola (Ensino Médio)Questões DE ENEM e Vestibular 01. (UFAM – 2009) Tal como a história dos gregos, também a dos romanos começou pelo desenvolvimento de instituições políticas assentadas na cidade e elaboradas em benefício de uma comunidade de homens livres – os cidadãos – proprietários de terras e que reivindicavam a descendência direta dos fundadores de sua pátria. Em ambos os casos, estes cidadãos …

Exercícios de História Moderna - Grandes Navegações (Ensino Médio)

Sabendo que grande parte dos professores buscam pelas soluções dos seus problemas na Internet, resolvi colocar alguns exercícios neste Blog. Vale ressaltar que será muito mais importante, o professor modificar os exercícios de acordo com o que foi ensinado na sala de aula. Afinal de contas, cada um sabe qual é sua realidade.
Veja também:
Exercícios de História Antiga: Roma (Ensino Médio)Exercícios de História Antiga: Grécia (Ensino Médio)Exercícios de História da América Portuguesa e Espanhola (Ensino Médio)Questões DE ENEM e Vestibular 01. (UFAL) Ao contrário dos portugueses, que buscavam atingir as Índias contornando a costa africana, Colombo:
a) concentrou suas navegações na parte Leste, em busca de uma passagem Noroeste para as Índias. b) concentrou suas navegações na parte Norte da América, em busca de uma passagem ao Noroeste para o continente asiático; c) dirigiu-se para o Oeste em busca da passagem Sudeste para o continente asiático; d) Navegou pelo Oceano Atlântico em direção ao Can…

Exercícios de História Antiga - Grécia Clássica (Ensino Médio)

“Respeitemos mesmo as leis injustas para que os maus, tomando isso como exemplo, respeitem no futuro as leis justas, sem pretexto para desobedecê-las”. Sócrates
Sabendo que grande parte dos professores buscam pelas soluções dos seus problemas na Internet, resolvi colocar alguns exercícios neste Blog. Vale ressaltar que será muito mais importante, o professor modificar os exercícios de acordo com o que foi ensinado na sala de aula. Afinal de contas, cada um sabe qual é sua realidade.

Veja também:
Exercícios de História Antiga: Roma (Ensino Médio)Exercícios de História Moderna: Grandes Navegações (Ensino Médio)Exercícios de História da América Portuguesa e Espanhola (Ensino Médio)Questões DE ENEM e Vestibular 1. (FUVEST-SP) “Usamos a riqueza mais como uma oportunidade para agir que como um motivo de vanglória; entre nós não há vergonha na pobreza, mas a maior vergonha é não fazer o possível para evitá-la... olhamos o homem alheio às atividades públicas não como alguém que cuida apenas de seu…

Plano de Curso de História - 1º Ano do Ensino Médio - 2012

PLANO DE CURSO
O atual plano de Curso serve de exemplo para os professores que desejam um modelo. Este plano, está dividido em 3 unidades, mas pode ser adaptado para 4 unidades. Os motivos desta divisão em três unidades está expresso na Regimento Escolar da Instituição de Ensino a qual pertenço.


Série: primeiro ano do ensino médio Disciplina: História Carga Horária: 80 horas Professor: Zevaldo Luiz Rodrigues de Sousa Ano de competência: 2012
I.Apresentação: Quando entendemos que a História é feita de versões e que um mesmo acontecimento pode ser contado de mil formas diferentes, entendemos que é preciso beber de várias fontes para fazer a diferença em qualquer área. O bom historiador deve agir como um detetive, juntando as mais diversas fontes para compor um fato histórico. Será preciso, portanto, fazer um esforço para que os alunos entendam que eles precisam ter consciência de que a História, matéria básica para o conhecimento humano, não é estática nem feita de verdades absolutas é essencia…

Exercícios de História Medieval: Do Feudalismo à Crise do Século XIV (Ensino Médio)

Sabendo que grande parte dos professores e estudantes buscam pelas soluções dos seus problemas na Internet, resolvi postar neste espaço alguns exercícios retirados de provas de vestibulares. Vale ressaltar que será muito mais importante, o professor modificar os exercícios de acordo com o que foi ensinado na sala de aula. Afinal de contas, cabe ao professor ter o conhecimento da realidade da turma que leciona.
Veja também: Exercícios de História Antiga: Grécia (Ensino Médio)Exercícios de História Antiga: Roma (Ensino Médio)Exercícios de História Moderna: Grandes Navegações (Ensino Médio)
Questões de ENEM e Vestibular
Questão 01. (Fatec-SP) Uma das características a ser reconhecida no feudalismo europeu é:
a) A economia do feudo era dinâmica, estando voltada para o comércio dos feudos vizinhos. b) A sociedade feudal era semelhante ao sistema de castas. c) As relações de produção eram escravocratas. d) Os ideais de honra e fidelidade vieram das instituições dos hunos. e) Os servos estavam preso…